sexta-feira, fevereiro 3, 2023
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioPOLÍTICABrasilLula x Bolsonaro no 2º turno: A “kelmonização” da política - Yahoo...

Lula x Bolsonaro no 2º turno: A “kelmonização” da política – Yahoo Noticias

Canibalismo, maçonaria, aborto, candidato padre… teve de tudo nessa eleição que nem chegou na metade do segundo turno ainda. Só não teve propostas. E tem debate no domingo. De dois dos maiores opositores da história política brasileira.
O que esperar desse embate? Certamente a guerra santa vai entrar em pauta, o nordeste, a corrupção, e também Minas Gerais. Mas o principal ator de domingo deve ser a “kelmonização” da política.
Propostas, valores sociais e anseios da sociedade civil deixados de lado para dar lugar a um processo onde o que importa é a lacração. O próprio Estado virou um teatro. Os políticos são os atores em cena. E o que importa é alavancar a audiência. E percebam como os papeis se encaixam: vilões, mocinhos, ataques…é uma novela da vida moderna.
Sai o Padre Kelmon, ou candidato padre, entram em cena, para melhor iludir, Lula e Bolsonaro. Um não quer falar sobre a composição de seus ministérios, mas quer falar sobre canibalismo. Uau, que pauta fundamental em tempos de Jeff Dahmer. Parabéns por saber eleger prioridades.
Como são feitas as pesquisas de intenção de votos?
Leia todas as últimas notícias sobre Eleições
O outro é uma apoteose de si mesmo. Sem historicidade sobrevive do “que é bom aparece, o que aparece é bom”.
Vivemos numa sociedade em que nada está inerte ao poder espetacular da kelmonização. O exagero de tudo: da religião, da política, do judiciário. Pautas sérias dão lugar a uma disputa de poder onde a sociedade assiste passiva. Quando constantemente provocada entra em cena para, bestialmente, defender pontos de vista que nem são seus. Vale tudo. Desde o apelo emocional para que se tome um lado na batalha até a agressividade sem subterfúgios. A política antes era de ideias, hoje é de personagens.
A política, afinal, hoje se apresenta para a sociedade apenas como um meio de confirmação e validação de disputas que nem são nossas. Não vi até agora nenhum candidato falar sobre como resolver o problema da saúde com suas filas imensas em hospitais. Ou educação. Alguém falou em educação? Mas é isso que a Kelmonização da política faz. Ela esvazia o conteúdo e oferece todo o destaque para as aparências. E é sempre contraditória, ambígua e cheia de reviravoltas.
Numa sociedade que se acha no direito de questionar instituições, ciência e qualquer discurso que não corrobore seu ponto de vista ninguém tem certeza se vai se beneficiar ou ser uma vítima dessa kelmonização. A única certeza é que a sociedade está anestesiada. Diante de líderes que estão mais preocupados com sua retomada ao poder do que com o fluxo da sociedade. E, olhem, estamos nos matando por eles. “Ah, mas é sim, uma luta do bem contra o mal”. Toda generalização é burra e acreditar que todo bolsonarista é genocidade e todo lulista é corrupto é se entregar a uma narrativa construída com esse objetivo: aniquilar unicamente você. Povo alienado, política feliz.
É isso que a Kelmonização da política faz conosco: nos aliena, mutila e ainda faz que com que acreditemos que estamos participantes e ativos no processo quando somos meras marionetes nas mãos daqueles que estão no centro do poder e só reaparecem de quatro em quatro anos. Não, o Padre Kelmon não é o culpado por tudo isso. Nós somos. Por não trocarmos de políticos como trocamos as fraldas. Pelos mesmos motivos. Bom debate.
Agentes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) prenderam, em Itaboraí, Região…
Falta de precipitação no estado do noroeste brasileiro fez baixar o nível das águas fluviais de forma acentuada. Barcos que abastecem as populações locais podem deixar de conseguir navegar.
BRASÍLIA (Reuters) – Os anúncios em série de novos benefícios pelo governo neste ano eleitoral, somados às promessas feitas pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) caso seja reeleito, com agenda positiva intensificada na reta final da campanha, já totalizam 273 bilhões de reais de custo aos cofres federais em 2022 e 2023, com o Executivo aumentando desembolsos e abrindo mão de arrecadação. O levantamento inclui medidas orçamentárias já colocadas em prática e compromissos feitos pelo presidente nos ú
Andrey Santos desconversa sobre o futuro. Especulado no futebol europeu, diz que a cabeça está…
Já foi dada a largada para o "Big Brother Brasil 23". Boninho está mostrando um pouquinho dos…
Demissão de Liz Truss mergulha Reino Unido numa crise política. Boris Johnson entre os favoritos para ser o novo primeiro-ministro do país
Promoção com vinhos de R$ 22 seguiria até o dia 29 de outubro, véspera de realização do segundo turno das eleições presidenciais
No dia 15 de outubro, os paraquedistas Dan May e Lee Rhodes fizeram uma façanha inédita no Reino Unido sobre a cidade de Lancashire. May se segurou em uma alça no wingsuit de Rhodes enquanto os dois voavam a mais de 230 km/h.
Com recusa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de ir a debates, o presidente Jair…
Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e do Serviço de Proteção ao Crédito apontam que a população leva cerca de 10 meses para sair da inadimplência, enquanto a dívida média é de R$ 3,6 mil
Sergio Mattarella avistou-se com o Presidente do Senado e da Câmara baixa do Parlamento; para sexta-feira está previsto um encontro com Giorgia Meloni
Uma imagem de um fusca com uma propaganda de Bolsonaro plotada circula no Twitter junto à alegação de que a Justiça Eleitoral proibiu o veículo de circular. Mas a publicação é enganosa. Confira.
Homem está sendo julgado pelo assassinato da filha
A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, marcou presença, nesta quinta-feira, no culto de aniversário…
A investigação ainda trabalha com múltiplas linhas de investigação e não foram encontrados suspeitos de envolvimento até o momento.
Se faturar Libertadores e Brasileirão, Rubro-negro pode chegar a R$ 194 milhões só em prêmios na temporada
Stara também estava sendo investigada por coagir funcionários e prometer demissões
Sergio Mattarella avistou-se com o Presidente do Senado e da Câmara baixa do Parlamento; para sexta-feira está previsto um encontro com Giorgia Meloni
Suspeita deixou Minas Gerais com outros criminosos para aplicar golpes
Repórter e cinegrafista acompanhavam tropas ucranianas em região recém-libertada e acabaram entrando na linha de frente da batalha.

source

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

%d blogueiros gostam disto: