sábado, fevereiro 4, 2023
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioVARIEDADESNOVELASGlobo se vira para enquadrar reprise de novela: "Pouca vergonha" - TV...

Globo se vira para enquadrar reprise de novela: "Pouca vergonha" – TV História

Com seu jeito debochado, Flora (Patrícia Pillar) foi alçada ao seleto grupo de grandes vilãs da teledramaturgia brasileira. Bem-humorada e ácida, a megera de A Favorita passou boa parte da trama de João Emanuel Carneiro distribuindo alfinetadas e não perdoava ninguém. Politicamente incorreta, Flora chicoteava quem quer que fosse com sua língua ferina.
Silveirinha e Flora - Ary Fontoura e Patrícia Pillar - A FavoritaSilveirinha e Flora - Ary Fontoura e Patrícia Pillar - A Favorita
Porém, na reprise do Vale a Pena Ver de Novo, as “chicotadas” de Flora estão muito mais amenas. Na edição com cortes exibida nos finais de tarde da Globo, as frases mais ácidas da assassina estão sendo eliminadas. Assim, os famosos deboches de Flora sobre a homossexualidade de Orlandinho (Iran Malfitano) e, principalmente, sobre a idade de Irene (Gloria Menezes), foram suprimidas na atual versão.
Num recente capítulo da reprise, Flora aparece no chá de bebê de Maria do Céu (Deborah Secco) e nota os cochichos de Céu, Orlandinho e Halley (Cauã Reymond), concluindo que os três guardam um segredo. Depois, ela vê quando Orlandinho dança, percebendo que o rapaz é gay. É assim que ela descobre que é Halley o pai do filho de Céu, usando esta informação para chantagear o namorado de Lara (Mariana Ximenes).
A FavoritaA Favorita
A versão original da cena mostrava Flora observando, com um sorriso de deboche, a maneira nada discreta como Orlandinho dançava. Mas, por conta de seu teor um tanto homofóbico, a cena foi amenizada na reprise.
Irene e Gonçalo - A FavoritaIrene e Gonçalo - A Favorita
A maneira como Flora se referia a Irene traz algumas das frases mais lembradas pelos fãs de A Favorita. Enquanto se fingia de melhor amiga da idosa, a megera a “descascava” pelas costas, ofendendo-a rotineiramente. A idade da avó de Lara era o ponto que Flora mais gostava de atacar.
Recentemente, a reprise do Vale a Pena Ver de Novo exibiu a sequência na qual Irene, após brigar com Gonçalo (Mauro Mendonça), vai até Paraty se encontrar com Copola (Tarcísio Meira), seu amor do passado. A atitude da professora de música foi achincalhada por Flora na versão de 2008 do enredo.
“Será que eles não têm noção do ridículo? Um quadrado amoroso na terceira idade. Mas é muita baixaria, é o cúmulo da pouca vergonha. Como é que pode a Irene, uma velha, que mal se aguenta em pé, arrastar o amante pra Paraty? Gente, que velhinha fogosa!”, dizia Flora a Silveirinha (Ary Fontoura).
Porém, para desespero dos fãs da acidez de Flora, a fala foi cortada da reprise vespertina. Afinal, com o comentário, a vilã pratica o etarismo, que consiste no preconceito, na intolerância e na discriminação contra pessoas com idade avançada.
A Favorita - Patricia PillarA Favorita - Patricia Pillar
Os cortes em A Favorita podem ter a ver com o fato de a reprise estar na mira do Ministério da Justiça. De acordo com o site Notícias da TV, o SBT denunciou o repeteco de A Favorita, alegando que a atração da Globo era inadequada ao horário vespertino.
Com isso, o governo passou a monitorar a reprise e concordou com os argumentos apresentados pela emissora de Silvio Santos. A Globo, então, foi notificada e teve que alterar o selo da classificação indicativa da novela. Inicialmente recomendada para maiores de 12 anos, a reapresentação de A Favorita passou a ser recomendada para maiores de 14.
Porém, na prática, nada muda na reprise, já que, desde 2016, a classificação indicativa não vincula mais os selos com os horários de exibição dos programas. Ainda assim, a emissora prefere não correr o risco de exibir uma atração vespertina com o selo de 16 anos e, por isso, busca cortar conteúdo que considera inadequado para o horário da tarde.
André Santana é jornalista, escritor e produtor cultural. Cresceu acompanhado da “babá eletrônica” e transformou a paixão pela TV em profissão a partir de 2005, quando criou o blog Tele-Visão. Desde então, vem escrevendo sobre televisão em diversas publicações especializadas. É autor do livro “Tele-Visão: A Televisão Brasileira em 10 Anos”, publicado pela E. B. Ações Culturais e Clube de Autores.
Leia todos os textos do autor

Desenvolvimento: NewsPrime
Hospedagem: Configr

source

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

%d blogueiros gostam disto: