sexta-feira, fevereiro 3, 2023
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioESPORTESFórmula 1Felipe Drugovich busca espaço na Fórmula 1 e pode ser o primeiro...

Felipe Drugovich busca espaço na Fórmula 1 e pode ser o primeiro brasileiro desde 2017: “Contatando equipes… – TNT Sports Brasil

Líder da Fórmula 2, Drugovich falou com exclusividade à TNT Sports Brasil
Por Duda Ribeiro e Nelson Coltro
Felipe Massa foi o último brasileiro que ocupou uma vaga no grid da Fórmula 1, deixando as pistas em 2017. Felipe Nasr foi o último brasileiro a entrar no mais alto escalão do automobilismo, em 2015, onde permaneceu por apenas um ano. Agora, mais um “Felipe” escreve sua história sobre as quatro rodas. 
Estamos falando de Felipe Drugovich, 22 anos, natural de Maringá, no Paraná. Piloto da MP Motorsport, “Drugo”, como também é chamado, lidera a F2 com 180 pontos e é uma das principais promessas de um brasileiro de volta à F1. 
O mercado de pilotos está em movimento e algumas equipes têm assentos disponíveis. Com a aposentadoria de Sebastian Vettel, Fernando Alonso vagou a Alpine ao ocupar a vaga principal da Aston Martin. Na equipe britânica, Drugo foi especulado como o possível piloto reserva ao lado de Alonso. Em entrevista à TNT Sports Brasil, ele negou qualquer negócio.
“Não aconteceu nada. Logicamente, a gente estava contatando as equipes da Formula 1, mas não tenho nada acertado. A gente está vendo qual é a melhor opção para o ano que vem, mas na verdade, não tem nada assinado“.
Felipe venceu quatro das dez etapas do ano e já conquistou três pole positions, a última delas para a corrida principal da F2 no GP da Bélgica, neste final de semana. Se vencer a Formula 2 na temporada, o brasileiro não poderá correr novamente pela categoria no ano que vem. Um cenário próximo de acontecer. Aos 22 anos, também corre contra o tempo em buscar uma vaga. 
Em maio, Drugo se tornou o sexto brasileiro a vencer uma corrida em Mônaco, se juntando a Bruno Senna, Bruno Junqueira, Jaime Melo Júnior, Cacá Bueno e, claro, Ayrton Senna. O maior ídolo brasileiro do automobilismo estava, inclusive, estampado no capacete de Felipe na ocasião. 
“A vitória mais marcante desse ano foi Mônaco, talvez da minha carreira inteira. Vencer lá, seja em que categoria for, é uma coisa absurda. Ayrton Senna é meu ídolo, sempre foi! Desde pequeno, a gente tenta se espelhar ao máximo nele, mesmo sem conseguir assistir ele ao vivo.”
Uma publicação compartilhada por Coach-Helmets-Racing (@velozracing)
Senna não foi a única referência citada por Drugo. No coração do brasileiro, o favoritismo atual é de Max Verstappen 
“Dentro da pista, ele é um piloto fora do normal. É uma pessoa que eu admiro muito, é um piloto muito completo, se não o melhor hoje em dia.”
Como um piloto com chances reais de se tornar o próximo brasileiro na Formula 1, Drugovich conhece bem a importância de ter apoio financeiro. Atualmente, a XP Investimentos  é a única parceira do piloto, que falou sobre a falta de interesse do mercado no geral:
“Eu sou extremamente grato [à XP Investimentos]. Mas, pra dizer a verdade, deveriam ter mais empresas apoiando. Não precisa esperar o piloto chegar lá na beira da Formula 1, tem que pegar os pilotos lá de baixo e desenvolver eles”.
Drugo é ativo nas redes sociais e já soma mais de 183 mil seguidores no Instagram (@felipedrugovich), número que só cresce e é formado, em grande parte, por brasileiros. Torcida e carinho que faz toda a diferença na carreira dele.
“O público brasileiro é o maior que a Formula 1 tem e o pessoal é incrível! Apoiam e cobram muito. Eles precisam de um brasileiro lá e o carinho é absurdo, todo mundo apioando demais, brigando com gringo o dia inteiro, sou extremamente grato!”.
TNT Sports © 2021 Turner Network Television, Inc. a Warner Media LLC Company. All rights reserved.

source

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

%d blogueiros gostam disto: